Vereadora Lucinha é detida por boca de urna no Rio

Deputada federal Cida Diogo também foi detida em Volta Redonda pela Polícia Federal.TRE-RJ informa 145 prisões no estado

Daniel Gonçalves e Vicente Seda, iG Rio de Janeiro |

A vereadora Lucinha, candidata a deputada estadual pelo PSDB, foi detida neste domingo (3) por boca de urna na zona oeste Rio de Janeiro. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ), ela foi encaminhada para a 35ª DP (Campo Grande). Ainda de acordo com o órgão, Lucinha não ficará presa. A candidata foi a melhor colocada para o cargo de vereadora nas últimas eleições municipais, com 68.799 votos. Ela é investigada pelo Ministério Público Federal por suspeita de compra de votos.

A deputada federal Cida Diogo, candidata a deputada estadual pelo PT, também foi detida por boca de urna no município de Volta Redonda, no Sul fluminense. Ela foi encaminhada para a Polícia Federal.

De acordo com o TRE-RJ, foram registradas no total 145 prisões em todo o estado envolvendo boca de urna, além de mais 143 ocorrências registradas na eleição. Oito candidatos foram autuados e três detidos. No total, são 288 ocorrências, conforme informou o tribunal. A boca de urna é punida com multa de R$ 5.300 a R$ 15.900.

Cerca de 100 pessoas foram detidas na zona oeste da capital fluminense e encaminhadas para a 36ª DP (Santa Cruz) por cometerem crimes eleitorais, como boca de urna, retenção de título eleitoral e tentativa de aliciar cabos eleitorais. Elas foram levadas para a delegacia em quatro ônibus.

De acordo com o corregedor regional eleitoral Luiz de Mello Serra, o grupo foi detido nos bairros de Padre Miguel, Bangu, Santa Cruz, e Campo Grande. Outras 11 pessoas foram detidas em diversas partes da Região Metropolitana do Rio.

O TRE-RJ atua neste domingo com 45 fiscais no município do Rio.

    Leia tudo sobre: eleicoes rjboca de urna

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG