'Vamos para frente não de maneira suicida', diz Serra

O candidato tucano à Presidência disse que vai para frente "até o último minuto". Ele pediu a médicos que trabalhem votos para ele

Adriano Ceolin, enviado a Natal |

O candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, tentou demonstrar nesta quarta-feira que não vai desistir fácil da disputa contra Dilma Rousseff (PT), apesar do favoritismo da ex-ministra da Casa Civil de acordo com as últimas pesquisas.

“Eu tenho muita energia, muita disposição e muito otimismo”, disse o tucano. Serra falou por uma hora durante palestra na Associação Médica do Rio Grande do Norte. Depois, respondeu a perguntas por quase 40 minutos.

“Não nos intimidemos. Vamos para frente não de maneira suicida. De maneira confiante. Até o último minuto o último esforço. Toda energia, paixão e entusiasmo”, disse Serra. Ao final do evento, pediu para os médicos “trabalharem votos” para ele.

“Tem de sair catando voto. Não adianta sofrer”, disse Serra. “Insisto. Voto precisa trabalhar. Voto não vem só com a convicção. A gente tem de fazer uma ventania. A reunião me fez bem. Falei até mais do que devia. Eu ganho força com uma reunião dessas”, afirmou.

O presidente da Associação Médica do Rio Grande do Norte, Alvaro Barros, declarou voto para o tucano. "A virada vai começar pelo Rio Grande do Norte", disse Barros. Durante a palestra, Serra recebeu elogios por sua gestão à frente do Ministério da Saúde (1998-2002).

    Leia tudo sobre: pleito 2010eleições serra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG