Urnas dão problemas no Amazonas

Vinte e uma urnas foram substituídas. Empresas retêm ônibus nas garagens em Manaus. TRE investiga

Eduardo Asfora, iG Amazonas |

Balanço parcial divulgado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) no inicio da tarde informa que 21 urnas deram problemas em todo o Estado, mas foram substituídas. A maioria foi registrada em seis Zonas Eleitorais de Manaus. No interior, sete municípios tiveram falhas nas urnas: Parintins, Borba, Manicoré, Humaitá, Novo Airão, Tonantins e Beruri.

Os problemas apresentados pelos equipamentos foram: erros na tela, travamento e desligamento. Os dois milhões de eleitores do Estado estão comparecendo às urnas para escolherem o novo presidente da República, Dilma Rousseff (PT) ou José Serra (PSDB).

Ônibus

Técnicos do TRE estão apurando denúncias sobre a retenção de veículos nas garagens. O órgão recebeu várias ligações sobre o número de ônibus parados, lotação abusiva e das longas filas formadas nas principais áreas de Manaus. O transporte é gratuito, muitas pessoas estão aproveitando a oportunidade para passear.

Mil e trezentos ônibus, somado a 400 carros entre alternativos e executivos, foram liberados pela Prefeitura de Manaus, a pedido do TRE, para facilitar o acesso do eleitor aos locais de votação. A Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) recebeu as notificações e através de nota, disse que os ônibus parados “estão em manutenção,”

    Leia tudo sobre: eleições amtre amurnas eletrônicaspleito 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG