Uma lição de cidadania na escola

TRE do Amazonas leva projeto ¿Eleitor do Futuro¿ para 300 estudantes da rede pública de ensino

Menezes y Morais, iG Brasília |

O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE) promoveu nesta segunda-feira (13) mais uma atividade do projeto "Eleitor do Futuro," desta vez junto ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (IFAM). Aproximadamente 300 estudantes entraram em contato pela primeira vez com urna eletrônica, assistiram filmes institucionais e palestra sobre cidadania.

“O Eleitor do Futuro objetiva estimular a participação cidadã de crianças e adolescentes no processo eleitoral, promovendo o envolvimento de alunos da rede escolar com atividades educativas sobre democracia, cidadania e exercício de direitos para o desenvolvimento de um laboratório do exercício do voto,” afirma Marissie Oliveira Nina, coordenadora do projeto.

Os alunos também assistiram a palestras, filmes institucionais e receberam a cartilha "Ficha Limpa". Por mais de três horas, os servidores do TRE permaneceram no pátio da IFAM, conversando com os adolescentes sobre a importância de participarem do processo eleitoral, conforme informação publicada no sito do Tribunal.

Adolescentes

“O gestor da escola que nós estamos visitando estão bastante receptivos. Quando a gente chega lá os alunos já estão nos esperando e eles estão se comportando muito bem, participando e fazendo perguntas. Nosso objetivo é trabalhar na formação do eleitor do futuro, procurando atingir adolescentes na faixa de 15 a 18 anos,” acrescentou Marissie.

A equipe de funcionários do TRE coordenada por Marissie é formada pelos técnicos Marilza Moreira Silva, bibliotecária; Danna Michelle Valente e Raimundo Aquino, chefe da 70ª Zona Eleitoral, responsável pelas palestras, junto com Suely Paiva, servidora da Coordenadoria de Educação e Desenvolvimento do TRE. No total,11 servidores participam do projeto.

Eleição simulada

A equipe do TRE interagiu junto às turmas do 1º ano do Ensino Médio selecionadas para assistirem à palestra no auditório. Uma hora depois, quando soou a sirene do intervalo, eles desceram para participar da eleição simulada. Para a estudante Maily Rebelo, 15, a eleição simulada permite aos jovens eleitores informação para saber escolher novos candidatos.

“É importante o nosso voto porque muitas vezes acabamos esquecendo o quanto é bom exercer a cidadania,” disse a estudante. Para o seu colega Eric Santos, a simulação permite que “todos saibam de que forma vai funcionar no dia da votação. Precisamos exercitar a cidadania. Vale como experiência para 3 de outubro, dia da verdade para essa grande decisão,” afirmou.

    Leia tudo sobre: eleições amtre ameleitor do futurocidadaniaescola

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG