Um voto por um kit de higiene pessoal

Justiça Eleitoral de Rondônia investiga candidato sob suspeita de abuso de poder econômico

Nayanne Santana, iG Acre e Rondônia |

A Justiça Eleitoral de Rondônia investiga o candidato a Deputado Federal Valdecir Cavalcante Machado, que se apresenta aos eleitores como Valdecir da Farmácia (PP), por suspeita de abuso de poder econômico. A denúncia teria sido feita por um advogado da coligação “Rondônia Melhor para Todos,” formada pelo PT e PSB.

A coligação denunciante pediu a cassação do registro ou diploma a inelegibilidade do candidato Valdecir da Farmácia por oito anos. Segundo a denúncia encaminhada a Justiça Eleitoral, o candidato do PP estaria usando um programa social criado por ele e intitulado “Supera Brasil,” para angariar votos. O programa tem como parceira a rede de farmácias de propriedade de Valdecir.

No processo o advogado da “Rondônia Melhor para Todos” informa que Valdecir utiliza-se da distribuição "de uma revista, que seria de sua empresa para auto promover-se e um kit de higiene pessoal composto por uma pequena bolsa (tipo nécessaire), contendo escova de dente, sabonete e creme dental.”

Na ação o denunciante destaca ainda que a tiragem da revista “Supera Brasil” chega a 229 mil exemplares, sendo que esse total é quase equivalente ao número de eleitores do maior colégio eleitoral da capital, Porto Velho, que possui 276.275 habitantes aptos ao voto.

Por fim, o advogado da “Rondônia Melhor para Todos” assegura que Valdecir da Farmácia “se vale do abuso de poder econômico, ao distribuir gratuitamente kits de higiene bucal, com o símbolo do Governo do Estado de Rondônia e a logomarca do Supera Brasil nas laterais e, na frente do estojo.”

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG