TV: Dilma exibe apoio de artistas e Serra, de pastor evangélico

Petista mostra imagens de evento com classe artística e tucano utiliza depoimento de Silas Malafaia

Daniela Almeida, iG São Paulo |

A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff , exibiu em seu programa eleitoral gratuito desta noite imagens de um evento, segunda-feira, em que vários artistas declararam apoio a sua candidatura. Já o candidato do PSDB, José Serra , voltou a defender os “valores mais profundos e mais importantes” em seu horário gratuito e exibiu um depoimento do pastor evangélico Silas Malafaia, que já havia declarado apoio publicamente ao tucano.

Depoimentos como o do cantor Chico Buarque, do cartunista Ziraldo, do cineasta Luiz Carlos Barreto, da cantora Beth Carvalho, do cantor Alceu Valença e do ator Osmar Prado foram mostrados no programa petista. “Voto na Dilma porque conheço o Zé Serra há 30 anos e sei o mal que ele pode causar”, alfinetou o escritor Fernando Morais. Segundo os pestistas, participaram do encontro cerca de 1 mil artistas e intelectuais de todo país.

O tema privatização continuou dando o tom das críticas petistas ao governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), do qual Serra foi ministro por duas vezes. “Juntos eles venderam dezenas de empresas brasileiras e agora estão querendo voltar ao poder”, acusou a voz de um locutor.

Em resposta ao programa tucano exibido nesta tarde, O PT também acusou Serra de descontinuar programas do correligionário Geraldo Alckmin, como as escolas em tempo integral, ao assumir o governo do Estado de São Paulo.

O programa tucano respondeu às acusações petistas de que, caso eleito, Serra privatizaria empresas nacionais, como a Petrobras. Para tanto, os tucanos exibiram matérias veiculadas na imprensa citando a Eletrobrás, com denúncias sobre uma possível fraude na Eletrobras. “Mais uma empresa pública que foi tomada pelo PT e pela turma da Dilma”, acusou um personagem tucano.

Serra exibiu ainda o depoimento da viúva de Chico Mendes, Ilzamar Mendes, forte personalidade no Acre. A estratpegia é um esforço para atrair o voto dos ambientalistas que estiveram com o PV no primeiro turno. O PSDB já enviou inclusive governador eleito de São Paulo Geraldo Alckmin ao Estado.

“Eu gostaria de pedir aos meus amigos do Acre e ao povo do Brasil que vote em José Serra, porque ele é o candidato que representa a causa ambiental, agrande bandeira da luta de Chico Mendes”, afirmou Ilzamar.

O programa tucano, que voltou a defender os “valores” nacionais, em depoimento de Serra, exibiu ainda uma declaração de apoio do pastor Silas Malafaia. “Quem é que tem liderança, que está acima de partidos políticos, que está preparado, que tem experiência? Serra, 45. Deus abençoe o Brasil, Deus abençoe você.”

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG