Tudo pronto para as eleições no Tocantins

Justiça Eleitoral monta estratégia para fiscalizar eleições, que serão monitoradas por Forças Federais

Gilson Cavalcante, iG Tocantins |

Para facilitar o planejamento estratégico e a comunicação no dia da eleição, a Procuradoria Regional Eleitoral do Tocantins (PRE-TO) realizou nesta quita-feira uma reunião com representantes do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-TO), da Polícia Federal (PF), da Polícia Militar (PM), da Polícia Civil (PC) e do Exército. A PF e o Exército terão planejamento próprios de atuação.

O procurador regional eleitoral, João Gabriel Morais de Queiroz, distribuiu cartilha com orientações aos órgãos envolvidos na fiscalização,cujo teor básico são questões referentes à propaganda e crimes eleitorais.“O objetivo é melhorar a segurança e sanar dúvidas que possam surgir durante a fiscalização da votação, em caso de irregularidades constatadas,” ressaltou João Gabriel.

Efetivos

Durante a reunião, foram debatidos temas como distribuição dos efetivos, atuação na noite anterior ao pleito e manifestações coletivas no dia da eleição, detecção e documentação de ilícitos eleitorais para futuras medidas cíveis e compra de votos, entre outros.Na reunião também foi ressaltado que a presença do Exército não vai dispensar a atuação da PM, que deve manter o seu planejamento.

“A atuação da PF e do Exército não irá substituir o trabalho das forças estaduais, mas complementar. Esta soma de esforços busca garantir a isenção e tranquilidade no dia do pleito,” disse o procurador eleitoral João Gabriel.

    Leia tudo sobre: eleições topre totre topf toforças federais

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG