Tucanos viram grife entre artistas mineiros

Cerca de 500 artistas do estado entregam manifesto de apoio aos candidatos Anastasia e Aécio por investimento na cultura

Eduardo Ferrari, iG Minas Gerais |

Um desfile com roupas e acessórios inspirados no material de campanha dos candidatos tucanos em Minas marcou o evento de apoio de um grupo de artistas mineiros às candidaturas de Antônio Anastasia, de reeleição ao governo de Minas, e Aécio Neves, ao Senado Federal. Cerca de 500 artistas assinaram um manifesto, entregue aos candidatos na noite desta quarta-feira (08), em evento no Centro Cultural da Praça da Estação, em Belo Horizonte.

Rodrigo Lima/Nitro/Divulgação
Candidatos estampam assessórios
O apoio se explica pelo crescimento dos investimentos do Estado na área da cultura durante administração de Aécio Neves. Somente em 2009, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura e do Fundo Estadual de Cultura (FEC), reformulados em 2008 pelo governo, foram aprovados mais de 1.400 projetos que representaram um investimento superior a R$ 200 milhões. Este resultado, segundo dados da Secretaria Estadual de Cultura, representou um crescimento de 87% do número de projetos apresentados em relação ao ano anterior. Assim, somente em 2009 foi investido mais do que em todo o período de existência da lei, 11 anos desde sua criação em 1997. Até 2008, o investimento total da lei foi de cerca de R$ 230 milhões para a produção de 3.513 projetos, em 208 municípios.

Entre os nomes que assinaram o manifesto estão os músicos Milton Nascimento, Flávio Venturini, Toninho Horta, Rogério Flausino, Samuel Rosa, André Valadão, Celina Borges, Cesar Menotti e Fabiano; o compositor Fernando Brant; os escritores Ângelo Machado, Sílvia Rubião, Bartolomeu Campos de Queiros, Luis Gifoni e Olavo Romano, o Grupo Galpão, o Grupo Corpo e o Giramundo. No manifesto, os artistas ressaltaram justamente a efetivação do Fundo Estadual de Cultura, do Circuito Cultural da Praça da Liberdade e a criação de prêmios financeiros para apoiar novos nomes da música, cinema e literatura no Estado. “Nos últimos anos, com os governos de Aécio e Anastasia, Minas mudou muito. Na cultura, iniciativas significativas foram efetivadas: o Fundo Estadual de Cultura, Filme Minas, Cena Minas, Música de Minas e os Prêmios Minas Gerais de Literatura ocuparam o espaço que antes era lacuna”, diz parte do texto do manifesto.

Anastasia agradeceu o apoio afirmando que Minas “realiza um forte processo de descentralização da política de apoio cultural para que ela atuasse em todo o estado e não se concentrasse apenas nos centros maiores”.” Essa é uma forma de democratizar o apoio aos produtores culturais e os artistas e o acesso aos bens culturais a toda a população do estado”, afirmou.

    Leia tudo sobre: Eleições MG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG