Tucano diz que reação do DEM a Alvaro Dias é 'briguinha de casal'

Secretário-geral do PSDB, deputado Rodrigo de Castro diz que escolha do senador paranaense será absorvida pelos democratas

Bernardino Furtado, iG Minas Gerais |

O PSDB está seguro em relação à indicação de Alvaro Dias para vice de José Serra e não teme um rompimento dos democratas com a aliança para a eleição presidencial, que inclui também o PTB e o PPS. Ontem, na convenção estadual tucana que oficializou a candidatura de Antonio Anastasia para governador, o secretário-geral do PSDB disse que é legítimo o DEM aspirar a indicação do vice, mas que o partido tem de entender que a montagem da chapa é construção delicada.

“Isso [a irritação do DEM com o PSDB] é só briguinha de casal. Resolve no café da manhã”, disse Castro. Segundo ele, a escolha de Alvaro Dias foi cuidadosa e levou em conta o desempenho da chapa durante a campanha e não pesquisas de momento. O deputado assegurou que o ex-governador Aécio Neves (PSDB) acompanhou todo o processo de escolha e foi avisado por Serra da decisão de indicar Álvaro Dias.

No entanto, o ex-governador tucano que foi oficializado ontem candidato ao Senado, ao lado do ex-presidente Itamar Franco (PPS), minimizou sua participação na escolha do senador parananense. “Ultimamente, tenho me dedicado quase que exclusivamente às coisas do estado e não participei dessa negociação para a indicação do vice de Serra", afirmou.

    Leia tudo sobre: Rodrigo de CastroPSDBAécio NevesDEMAlvaro Dias

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG