TSE suspende decisão e libera candidatura de Garotinho

Liminar concedida pelo ministro vale até o julgamento final do recurso de Garotinho

Agência Estado |

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Marcelo Ribeiro concedeu liminar na noite de ontem e suspendeu decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) que considerou inelegível o ex-governador do Estado Anthony Garotinho (PR) após condená-lo por abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação durante a campanha para eleger sua mulher, Rosinha Garotinho, prefeita de Campos dos Goytacazes (RJ) no pleito de 2008. A liminar concedida pelo ministro vale até o julgamento final do recurso de Garotinho.

A decisão atende ao pedido do ex-governador, que recorreu ao TSE a fim de assegurar seu registro como candidato do governo do Rio. O PR pretende anunciar seu candidato hoje, em convenção partidária.

Garotinho tem usado seu blog na internet para se manifestar sobre o assunto. Ele acusa o atual governador do Rio, Sérgio Cabral Filho (PMDB), de influenciar a decisão da Justiça Eleitoral do Rio. Os dois eram aliados até o fim de 2006, mas brigaram depois da posse de Cabral, que até o momento não se manifestou sobre as críticas de Garotinho.

    Leia tudo sobre: TRE-RJAntony GarotinhoRosinha Garotinho

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG