TSE registra 77 prisões e 1.195 urnas trocadas

Balanço divulgado há pouco mostra que número de ocorrências chega a 149. Estado com maior número de casos é Pará

Priscilla Borges, iG Brasília |

A quantidade de prisões registradas pelos tribunais eleitorais de todo o País é considerada “normal” pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Até o momento, 77 registros de ocorrências que terminaram em prisões foram feitos. O total de ocorrências, lideradas pela boca de urna e distribuição de propaganda eleitoral, é de 149 em todo o Brasil. O Estado com o maior número de ocorrências é o Pará, com 21, sendo 19 delas com prisões. Em seguida está a Bahia, com 19 ocorrências, sendo 11 com prisões.

Balanço divulgado há pouco pelos ministros Arnaldo Versiani, Joelson Dias e Henrique Neves mostra que as falhas nas urnas também estão dentro das previsões feitas pelo tribunal. Até 13:25, 1.195 urnas foram substituídas, o que representa 0,29% do total dos equipamentos disponibilizados pelo tribunal.

Segundo Versiani, a situação é bastante semelhante ao do primeiro turno, quando nesse mesmo horário, 0,28% das urnas precisaram ser substituídas. “No primeiro turno, até esse mesmo horário, um total de 1.141 urnas precisou ser substituído”, afirmou.

    Leia tudo sobre: eleiçõesTSEprisão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG