TSE multa Serra pela sexta vez por propaganda antecipada

Tucano é punido em R$ 5 mil por inserção em rádio e televisão veiculada em 29 de março; PSDB-SP é multado em R$ 7,5 mil

iG Brasília |

O ministro Joelson Dias, do Tribunal Superior Eleitoral, multou, neste sábado, o candidato do PSDB à Presidência, José Serra, em R$ 5 mil por propaganda eleitoral antecipada. A punição foi aplicada por inserção veiculada em rádio e televisão em 29 de março. O Diretório Estadual paulista do partido foi punido em R$ 7,5 mil.

A representação do Ministério Público Eleitoral (MPE) acusa Serra de, na peça partidária, “personificar e enaltecer suas supostas realizações” como ministro da Saúde e governador de São Paulo. Dessa forma, diz o MPE, o tucano usa a propaganda para divulgar sua ação política e sugerir ao eleitor que é o mais apto a ocupar a Presidência.

“Tenho como inequívoco o caráter eleitoral das mensagens, que reputo capazes de influenciar na opinião dos eleitores, angariando a sua simpatia ou o apoio ao segundo representado”, escreveu o ministro, em sua decisão.

Esta é a sexta punição que Serra recebe da Justiça eleitoral. Ele soma agora R$ 35 mil em multas. Por tratar-se de decisão monocrática (de um ministro), a legenda pode recorrer ao colegiado do TSE. O prazo para pagamento é de 30 dias.

    Leia tudo sobre: josé serramultatsepropaganda antecipada

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG