TSE multa Serra pela quarta vez por propaganda antecipada

Punição é de R$ 10 mil por duas inserções em rádio, no Rio Grande do Sul; para Diretório Estadual, multa chega a R$ 15 mil

Fred Raposo, iG Brasília |

O ministro Henrique Neves, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aplicou, nesta terça-feira, multa de R$ 10 mil ao candidato do PSDB à Presidência, José Serra, por propaganda antecipada. A punição corresponde a duas inserções de rádio da propaganda partidária exibidas no Rio Grande do Sul, em 16 e 21 de junho, pelo Diretório Estadual do PSDB – multado, pelo mesmo motivo, em R$ 15 mil.

Esta é a quarta vez que a Justiça Eleitoral pune Serra. O prazo para pagamento é de 30 dias. Por tratar-se de decisão monocrática (de um ministro), o partido pode recorrer ao colegiado do TSE. O tucano acumula R$ 25 mil em multas.

A representação ajuizada pelo Ministério Público Eleitoral pedia, no entanto, aplicação da multa máxima, de R$ 25 mil por inserção.

O ministro Henrique Neves assinala que, no fim da primeira peça, "surge o bordão já caracterizado como propaganda eleitoral”: “Acredite, na saúde o Brasil pode muito mais", destaca, referindo-se ao slogan da coligação de Serra, “O Brasil Pode Mais”.

Na segunda inserção, o candidato tucano promete "fortalecer" o programa Bolsa Família e fornecer "apoio extra" para alunos do ensino profissionalizante: "Isso dá pra fazer e nós vamos fazer".

    Leia tudo sobre: josé serratsemultapropaganda antecipada

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG