TSE: internet é território livre e assim deve continuar a ser

Lewandowski destaca que o TSE agiu quando houve exageros, mas reconhece que o Judiciário está aprendendo a agir com a rede

Danilo Fariello e Severino Motta, iG Brasília |

Para o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ricardo Lewandowski, a internet é um território livre e assim deve continuar a ser, afirmou quando questionado em entrevista coletiva sobre o nível das agressões entre os candidatos na rede. Ele reafirmou palavras já ditas pelo seu antecessor na presidência do TSE, o ministro Carlos Ayres Britto.

- A internet é um meio de comunicação que transcende as fronteiras nacionais. É extremamente difícil de controlar o fluxo de informações na blogosfera.

Lewandowski lembrou, porém, que o TSE atuou quando foram avaliados alguns exageros e interferências negativas no processo eleitoral na internet. Ele destacou, ainda, a decisão da Justiça eleitoral nessa semana sobre exaltações por meio do twitter .

“O Judiciário está aprendendo a lidar com esse novo fenômeno e como pode coibir abusos nesse campo.” A Justiça Eleitoral está se aparelhando para impedir abusos, mas sempre de modo muito pontual, deixando espaço para a liberdade de expressão, afirmou ele.

    Leia tudo sobre: tseinterneteleições2010ricardo lewandowski

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG