TSE: Dilma perde um minuto e meio de propaganda no rádio

Tribunal diz que campanha da petista usou 'linguagem grosseira' ao afirmar que Serra abandonou a Prefeitura

Agêcia Brasil |

A candidata à Presidência, Dilma Rousseff (PT), perderá um minuto e meio do tempo de propaganda eleitoral de rádio veiculada neste sábado, dia 23. A decisão é do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Segundo o tribunal, a propaganda da petista usou termos inadequados ao se referir ao candidato José Serra (PSDB) na veiculação do dia 16. A propaganda de Dilma afirmou que Serra abandonou a Prefeitura de São Paulo e usou termos grosseiros para descrever o episódio ocorrido com professores durante a gestão do tucano.

Segundo o relator do processo, ministro Henrique Naves, a propaganda extrapola os limites dos bons costumes. “A crítica política, ainda que ácida, não deve ser realizada em linguagem grosseira”, disse.

Por isso, os ministros, em decisão unânime, condenaram a campanha de Dilma Rousseff à perda do dobro do tempo das inserções veiculadas – três ao todo, com 15 segundos cada, somando um total de um minuto e meio de perda de tempo.

As emissoras não poderão veicular amanhã nos blocos 1, 3 e 4, uma inserção de 30 segundos ou duas inserções de 15 segundos da candidata, totalizando um minuto e meio a menos.

    Leia tudo sobre: pleito 2010eleições dilmatsepropaganda eleitoral

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG