Em parceria com a PM, tropas vão monitorar as eleições em 80 municípios

Tropas federais autorizadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vão atuar em 80 municípios do estado do Pará nas eleições de domingo (31). Elas vão atuarão em parceria com a Polícia Militar (PM), informou nesta sexta-feira o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA), João Maroja.Ele acredita que o TRE vai conseguir corrigir nestas eleições as falhas do primeiro turno.

A estrutura está montada para a votação de domingo (31). As tropas federais autorizadas pelo TSE vão atuar para garantir a segurança do processo eleitoral. Ainda de acordo com o presidente do TRE-PA, as falhas na transmissão de dados, que atrasaram o fim da apuração no primeiro turno, não devem acontecer nesta etapa.

Áeronaves e helicópteros

Equipamentos defeituosos foram substituídos e a expectativa é que a totalização termine ainda no dia 31. Para dinamizar o processo, o sistema de transporte de funcionários e equipamentos para áreas distantes levará seis horas. “São seis horas de voadeira (barco) para as seções distantes, como as indígenas. Providenciamos aeronaves e helicópteros para fazer o transporte."

Os problemas ocorridos no primeiro turno serão superados, assegurou Maroja. O desembargador disse ainda que não acredita que o índice de abstenção será grande por conta do feriado prolongado. “Acredito que o cidadão paraense esteja consciente sobre esse dever,” concluiu.

O eleitor paraense elege os novos governador do Estado e o Presidente da República. A escolha será respectivamente entre Ana Júlia (PT) e Simão Jatene (PSDB), Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.