Tropas Federais coibirão ilícitos no Tocantins

É o que diz João Oliveira, candidato a vice-governador na chapa de Siqueira Campos

Gilson Cavalcante, iG Tocantins |

O candidato a vice-governador da coligação “Tocantins Levado a Sério,” João Oliveira (DEM) classificou nesta quinta-feira de “oportuna” e “indispensável” a presença de Força Federal para atuar na segurança das eleições no Estado. O Exército vai monitorar sete cidades do interior, por decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE).

“Eu já havia manifestado essa preocupação. Em cada município do Estado que a gente passa há dezenas de relatos de compra de votos, de gente que está recrutando pessoas para fazer boca-de-urna e muitas outras coisas ilegais.Com certeza a força federal será importante para coibir abusos. Mesmo com a força federal, a população deve estar atenta e denunciar crimes eleitorais,” afirmou.

Um dos motivos que levaram o TRE a fazer o pedido é a suspeição dos dois principais representantes da segurança pública no Estado, O secretário Estadual de Segurança Pública, Geraldo Donizete e o comandante-geral da Polícia Militar, Benvindo Sousa Sobrinho, foram acusados de envolvimento direto na campanha do candidato à reeleição, o governador Carlos Gaguim (PMDB).

Donizete foi flagrado tentando agredir um cidadão durante manifestação pró Gaguim no centro de Palmas. As imagens foram parar na internet. As tropas do Exército serão enviadas para os municípios de Goiatins – por causa de aldeias indígenas – e os seis maiores colégios eleitorais: Palmas, Araguaína, Colinas do Tocantins, Gurupi, Porto Nacional e Paraíso do Tocantins.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG