O Tribunal impugnou a candidatura do PRTB e do PCB por falta de comprovação de quitação eleitoral

Dois candidatos de partidos pequenos ao Governo de Pernambuco tiveram seu registro impugnado pelo Tribunal Regional Eleitoral por não estarem quites com a Justiça Eleitoral.

Roberto Numeriano, do PCB, não prestou contas de sua campanha a prefeito do Recife em 2008, além de ter feito sua quitação eleitoral depois do prazo do registro da candidatura.

O candidato do PRTB, Anselmo Campelo, também teve problemas com seu registro, pois não havia votado na eleição de 2008, e perdeu o prazo para pagamento da multa que regulariza o seu registro.

Em nota, o comunista Roberto Numeriano se defendeu dizendo que "não fez a última das três prestações exigidas à época pois entendia que o fato da prestação do Comitê Único de Campanha ter feito isso já seria suficiente”.

Numeriano já avisou que vai recorrer. Alselmo Campelo ainda não se pronunciou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.