Pedido de registro da candidatura de reeleição do deputado estadual Sineval Roque (PSB) foi negado pelos juizes do TRE por 4x2

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Ceará negou o primeiro registro de candidato às eleições desde ano fundamentada na Lei Ficha Limpa. O pedido de registro da candidatura de reeleição do deputado estadual Sineval Roque (PSB) foi negado pelos juizes do TRE por quatro votos contra dois, na sessão de ontem à noite, em Fortaleza.

A impugnação de Sineval Roque foi interposta pelo Ministério Público Eleitoral com base em decisões do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), que julgou desaprovadas contas de gestão do candidato, quando prefeito de Antonina do Norte, na Região do Cariri cearense, por contratar servidores sem concurso público.
A assessoria do deputado pretende recorrer da decisão ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Até cinco de agosto, quando termina o prazo para julgamento dos pedidos de candidaturas, os juízes do TRE-CE têm pelo menos mais dez processos que estão incluindos na Lei Ficha Limpa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.