TRE mantém centro social de Brazão fechado

O tribunal nega recurso do deputado do PMDB e considera que doações e atendimentos feitos no local causam desequilíbrio na disputa

Manuela Andreoni, iG Rio de Janeiro |

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) decidiu manter fechado o centro social do deputado estadual Domingo Brazão (PMDB), candidato à reeleição, nesta quinta-feira (2). O juiz de fiscalização eleitoral do Rio, Paulo César Vieira, havia decidido encerrar as atividades da Associação de Defesa da Cidadania Ação Social Gente Solidária, na Taquara, zona oeste da cidade, já que considera que o benefício obtido pelos candidatos por meio deles desequilibra a disputa eleitoral.

O peemedebista havia recorrido à decisão prévia do juiz de fiscalização de propaganda do Estado, Paulo César Vieira. Conforme matéria mostrada pelo iG no dia 17 de agosto , centro ligado ao deputado doava cadeiras de rodas, muletas, cadeiras de banho, cestas básicas e “centenas de remédios na validade e com a validade vencida”, como afirmou o TRE por nota.

Durante a fiscalização do TRE, foram encontradas tolhas com o nome do candidato e envelopes de correspondência com a marca d’água de Brazão no local. Além disso, um banner dentro da associação propagandeava o número de atendimento alcançado em 2006: 100.462. O valor, se correto, representaria ao menos 224 pessoas assistidas por dia durante todos os 365 dias do ano.

As cadeiras de rodas apreendidas mostravam selos de um convênio entre o SUS (Sistema Único de Saúde) e a ABBR-RJ (Associação Brasileira Beneficente de Reabilitação). O Ministério da Saúde negou ter feito as doações e o deputado justificou que as cadeiras teriam sido deixadas por pessoas que as consideravam velhas. Brazão afirma não ser dono da associação , mas sim “um colaborador”.

Fiscais do TRE também apreendeeram material irregular em centros sociais ligados aos deputados estaduais Alessando Calazans (PMDB), William Coelho (PRTB) e Graça Pereira (DEM) e a vereadora Lucinha (PSDB), que concorrem a uma vaga na Alerj.

    Leia tudo sobre: Eleições RJTREBrazãopropaganda irregulardoação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG