TRE do Amazonas discute segurança nas eleições

Haverá tropas federais em quatro cidades e transporte público gratuito; lei seca vigora da meia-noite de sábado ao dia 31

Eduardo Asfora, iG Amazonas |

A presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), desembargadora Maria das Graças Figueiredo, se reúne logo mais à tarde com representante das Polícias Federal (PF) e Militar (PM), do Instituto Municipal de Transporte e Trânsito e da Secretaria de Segurança Pública. Na pauta, a segurança pública para a eleição do dia 31.

Os representantes dessas instituições vão discutir, entre outros, como serão os procedimentos adotados em caso de prisões e como será distribuído o efetivo policial em Manaus e no interior. O TRE autorizou a utilização de tropas da Marinha para reforçar o trabalho nas eleições do dia 31 em Manaus e nos municípios de Boca do Acre, Eirunepé, Tefé, Parintins e Itacoatiara.

Tropas federais

Serão enviadas tropas Federais a quatro cidades: Tabatinga, São Gabriel da Cachoeira, Benjamin Constant e Boca do Acre. O Tribunal informou ainda que também será feito o envio de tropas Federais a quatro cidades: Tabatinga, São Gabriel da Cachoeira, Benjamin Constant e Boca do Acre.  As ações visam evitar que o número de abstenções supere o do primeiro turno.

No dia 3, conforme o TRE, 406 mil amazonenses deixaram de comparecer às urnas. Ao todo, 1.124.781 mil pessoas estão aptas a votar no Estado. Neste segundo turno, os 905.768 eleitores vão ter novamente transporte gratuito. A medida é para incentivar a votação. A Lei Seca começa a vigorar a partir das 22h de sábado até a meia-noite de domingo.

Estiagem

A seca que atinge 40 dos 62 municípios do Amazonas e muitas comunidades residentes em Manaus. A estiagem provocou isolamento em alguns pontos do Estado. Por isso, TRE solicitou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) um recurso adicional de R$ 50 mil para ajudar no transporte às localidades mais distantes, pois só é possível chegar por helicóptero ou hidroavião.

Inicialmente, o transporte aos municípios atingidos pela estiagem vai beneficiar três comunidades de Iranduba: Saracá, Terra Preta e Acajatuba, onde vivem cerca de 1.800 pessoas. Em todo o Amazonas, 50 locais estão na mesma situação e vão precisar de uma logística mais detalhada e no transporte das urnas para estes lugares. O investimento de todo a operação passa de R$1 milhão.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG