TRE descarta tropas federais no Acre

Para desembargador Arquilau de Castro Melo policiamento ostensivo garante paz em 3 de outubro

Nayanne Santana, iG Acre e Rondônia |

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC) desembargador Arquilau de Castro Melo reuniu-se no município de Cruzeiro do Sul com juízes, promotores, representantes da Procuradoria Eleitoral (PE) e das polícias Civil, Militar e Federal para discutir a logística das eleições no extremo oeste do Acre.

Ao final do encontro ficou decidido que não existe necessidade do monitoramento de tropas Federais às eleições no Estado. Para o presidente do TRE “o policiamento ostensivo deve garantir a realização das eleições seguras.” A região do Vale do Juruá é considerada pouco segura no extremo Oeste do Estado.

O desembargador Arquilau Melo ressaltou que todos os envolvidos nas eleições têm que se preparar para “qualquer situação.” O presidente do TRE disse ainda que confia nas instituições. E que cada um dos envolvidos fará o melhor para o bom andamento dos trabalhos.

    Leia tudo sobre: eleições actre-actropas federaispleito 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG