TRE descarta forças federais no Acre

Haverá policiamento reforçado nas ruas, inclusive em Sena Madureira, sem prefeito há um ano

Nayanne Santana, iG Acre e Rondônia |

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC), desembargador Arquilau de Castro Melo, informou que a Justiça Eleitoral não vai pedir auxílio das Forças Federais para monitorar as eleições de outubro. No entanto, "será preciso reforçar o policiamento nas ruas em alguns municípios”. Nesses municípios o policialmente será feito pelas Polícias Federal (PF), Militar (PM) e Civil (PC).

O desembargador citou o exemplo do município de Sena Madureira, distante cerca de 140 km de Rio Branco, onde o presidente do TRE acreano declarou que recebeu “um grande número de denúncias de compra de votos.” Há quase um ano Sena Madureira é administrada por um prefeito interino, Wanderley Viana (PP).

A situação atípica de Sena Madureira começou no início de 2009, quando o prefeito Nilson Areal (PR) e o vice-prefeito Jairo Cassiano, eleitos em 2008, tiveram os mandatos cassados pelo TRE sob acusação de compra de votos. Areal recorreu da decisão do TRE, mas aguarda julgamento do recurso junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O TRE informou que se o TSE não se pronunciar até dezembro, uma nova eleição será realizada em Sena Madureira. Neste caso, há possibilidade de acontecer uma eleição indireta para prefeito e vice-prefeito.

História

O município de Sena Madureira foi fundado há 105 anos. Faz fronteira com os municípios de Amazonas, Assis Brasil, Bujari, Rio Branco, Xapuri, Brasiléia, Manuel Urbano, Peru. É o terceiro mais populoso do Estado, fundado em 25 de setembro de 1904. Sua população em 2009 era de 36 166 habitantes. Desse total, 62,39% estão localizados na zona urbana e 37,61% na zona rural.

Os dados foram divulgados no ano passado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Sena Madureira recebeu muitos migrantes, principalmente nordestinos. Nos ciclos da borracha se fortaleceu e tornou-se capital do Departamento do Alto Purús. Àquela época tornou-se um importante centro político do Acre, até então um território do Brasil.

Sena Madureira hoje é o polo mais importante da Região do Alto Purus e uma das principais cidades do Estado. Possui área de 25 296,70 km², equivalente a 16,62% da área total do Estado. Sua economia está baseada na agricultura e na pecuária. A extração de madeira, castanha e borracha são importantes, não mais como antes. O impulso econômico advem do funcionalismo público, comércio e pequenas indústrias.

    Leia tudo sobre: eleições actre-acsena madureira accompra de votos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG