TRE de Santa Catarina aprova aplicação da Ficha Limpa em outubro

Tribunal Regional Eleitoral ratificou a impugnação da candidatura do deputado João Pizzolatti, do comitê catarinense de Dilma

Gabriel Costa, iG Brasília |

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Santa Catrina aprovou nesta terça-feira, 27, por quatro votos a dois, a aplicação da Lei da Ficha Limpa no estado nas eleições de outubro. Logo em seguida, o TRE-SC aprovou, com a mesma proporção de votos, a impugnação da candidatura do deputado federal João Pizzolatti, do PP, que participa do comitê suprapartidário de Dilma Rousseff em Santa Catarina.

A votação da candidatura de Pizzolatti havia começado na segunda-feira, 26, mas foi interrompida por um pedido de vista do desembargador Sergio Torres Paladino, e adiada para a tarde de hoje. O advogado do Partido Progressista, Alessandro Abreu, agora pretende recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em Brasília.

Pizzolatti foi condenado por improbidade administrativa em uma ação civil pública pelo Ministério Público Estadual catarinense por contratos de uma empresa de consultoria, da qual é sócio minoritário junto ao irmão, Ariel Pizzolatti com a prefeitura de Pomerode, Vale do Itajaí.

As informações são do Diário Catarinense.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG