TRE cria comissão de apuração em Roraima

Comissão vai redigir atas e relatórios e acompanhará eleições de outubro do próprio Tribunal

Willame Sousa, iG Roraima |

O Tribunal Regional Eleitoral de Roraima (TRE) aprovou ontem a resolução que cria a Comissão de Apuração, uma exigência da legislação eleitoral, que vai atuar nestas eleições no Estado no dia 3 de outubro. O desembargador Ricardo Aguiar, presidente do TRE e os juízes Erick Linhares e Luiz Fernando Mallet integram a comissão.

Os membros da comissão vão redigir relatórios e atas de toda a apuração destas eleições. O processo de apuração é feito por meio do Sistema de Totalização do Tribunal Superior Eleitoral (TOT). O presidente do TRE afirmou que esse é um trabalho formal, porque as urnas são eletrônicas.

“É uma mera formalidade tendo em vista que a apuração é toda eletrônica, mas a comissão vai acompanhar tudo direto do Tribunal e depois o próprio sistema emite todas as atas, que depois de apreciadas são assinadas pelos juízes”, disse o desembargador.

Ricardo Aguiar disse ainda que as informações das urnas são captadas, após o encerramento das eleições, por meio de pen drives codificados e retransmitidos por meio TOT. Há um processo de segurança para evitar que os dados sejam alterados ou repassados erradamente, enfatizou.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG