TRE apreende material com propaganda irregular no Rio

Jornais da candidata Dilma Rousseff (PT) e placas irregulares do candidato José Serra (PSDB) foram recolhidos

Daniel Gonçalves, especial para o iG |

Fiscais do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio de Janeiro apreenderam neste domingo jornais com propaganda da candidata Dilma Rousseff (PT) no bairro da Penha, na zona norte da capital fluminense. O material vai ser encaminhado à Procuradoria Geral Eleitoral, em Brasília. Na madrugada deste domingo, fiscais também recolheram 25 placas irregulares do candidato José Serra (PSDB) na Barra da Tijuca, na zona oeste, e 30 na Avenida Brasil.

O TRE informou que 195 urnas apresentaram defeito até 17h em todo o Estado. Apenas uma não foi substituída. A ocorrência aconteceu no Colégio Estadual Carlos Arnoldo Fonseca, em Campo Grande, zona oeste, e foi preciso adotar a votação manual. A máquina teve problema na memória. Técnicos do TRE vão tentar extrair os votos, do contrário eles serão perdidos.

O principal problema nas urnas trocadas foi travamento. Algumas apresentaram complicações com o ajuste do horário de verão. O presidente do TRE, desembargador Nametala Jorge, afirmou que a maioria das máquinas foi fabricada no ano de 2004, por isso há necessidade de se investir em urnas mais novas. Ele considerou pequena a quantidade que precisou ser substituída.

Nametala garantiu que a eleição no Rio segue sem problemas. “O processo está transcorrendo com tranquilidade, sem preocupações à vista, com a certeza de que o trabalho terá um êxito desejado”.

O presidente disse que ainda não foram registradas prisões no Rio. De acordo com Nametala, como a eleição deste segundo turno é apenas para presidente, ou seja, sem disputas regionais, a chance de crimes eleitorais acontecerem diminui.

O TRE informou que o Rio de Janeiro é o segundo Estado em que mais foi feita prestação de contas por candidatos eleitos e não eleitos, ficando atrás apenas de São Paulo. O prazo para informar os gastos da campanha é até o dia 2 de novembro. A apuração no Estado do Rio de Janeiro deve acabar por volta das 17h30, meia hora após o término da votação.

    Leia tudo sobre: urnasapreensõespropaganda irregulareleicoes rj

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG