Time de Dilma vai comandar 60% das vagas na Câmara

Partidos que integram a coligação da petista elegeram 311 das 513 vagas de deputado colocadas em jogo este ano

William Castanho, iG São Paulo |

A coligação de Dilma Rousseff (PT), embora a candidata não tenha saído vitoriosa no primeiro turno da eleição presidencial, conquistou a maioria absoluta das 513 cadeiras da Câmara dos Deputados. Os dez partidos de sustentação da candidatura da ex-ministra-chefe da Casa Civil  têm 311 vagas. Caso seja eleita, ela contará com apoio de 60% dos parlamentares, garantindo governabilidade para aprovação de projetos de lei e também reformas constitucionais.

Se superar Dilma no segundo turno, o candidato da oposição, José Serra (PSDB), terá ao menos em um primeiro momento apoio de 136 parlamentares eleitos pela coligação apoiada por seis partidos – alguns que integram a base de sustentação do atual governo petista. Sozinho, o PV da senadora Marina Silva elegeu 15 deputados federais e o PSOL, de Plínio de Arruda Sampaio, mantém três cadeiras, mas amarga a derrota de Luciana Genro, no Rio Grande do Sul.

Um dos grandes vitoriosos na nova composição da Casa é o presidente Luiz Inácio Lula da Silva . A atual base governista conseguiu eleger 402 deputados. A oposição – PSDB, DEM, PPS e PSOL – encolheu e elegeu para apenas 111 candidatos na Câmara dos Deputados.

PT e PMDB saem como os grandes vitoriosos das eleições deste ano. O partido de Dilma fez a maior bancada, o que lhe garante o direito de indicar o presidente da Câmara para o biênio 2011-2012, e elegeu 88 deputados. Logo atrás, com 79 parlamentares e com a mesma intenção de comandar a casa legislativa, vem o PMDB do vice Michel Temer.

Os tucanos neste ano levam 53 cadeiras e o DEM, apenas 43 e já vê partidos como PR (41 eleitos) e PSB (34 eleitos) se aproximarem do tamanho de sua bancada. Em 2006, o PSDB elegeu 66 deputados e o DEM, 65. Naquelas eleições, PMDB elegeu 89 e PT, 83 deputados.


A composição da nova Câmara dos Deputados

Veja a divisão da Casa de acordo com as coligações que apoiam os presidenciáveis

Gerando gráfico...
iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG