Tabelião não reconhece assinatura da filha de Serra

De acordo com declaração feita pelo tabelião, documento que pede acesso aos dados fiscais de Verônica Serra é falso

Adriano Ceolin, iG Brasília |

A falsidade da assinatura que consta do documento usado para quebrar o sigilo fiscal da filha do presidenciável tucano José Serra foi atestada pelo 16º Tabelião de Notas, conforme declaração obtido pelo iG . O documento confirma a versão dada por Verônica Allende Serra sobre o vazamento ilegal de suas informações fiscais na Receita Federal.

A declaração é assinada pelo tabelião de notas Fábio Tadeu Bisognim. Ele alega que a assinatura não é autêntica, com base em uma série de argumentos. 

Em primeiro lugar, diz ele, Verônica Serra "não possui cartão de assinatura depositado no 16º Tabelião de Notas de São Paulo". Além disso, ele argumentou que o suposto selo de reconhecimento de firma usado no documento não é autêntico e desconsidera características essenciais de segurança como marcas holográficas.

Há ainda, segundo ele, divergências no termo imprenso de reconhecimento de firma em comparação ao padrão utilizado pelo 16º Tabelião de Notas. O nome do tabelião, por exemplo, está grafado errado, segundo a declaração. Ele apontou ainda a ausência do número do cartão da pessoa cuja assinatura deveria ser reconhecida e pontuou que o código de segurança apresentado não é reconhecido pelo sistema informatizado do cartório.  

Por fim, a declaração assinada por Bisognim aponta que a assinatura feita no termo de reconhecimento de firma simplesmente não se assemelha com a assinatura da escrevente autorizada do 16º Tabelião de Notas.

    Leia tudo sobre: eleições serrapleito 2010sigiloReceita

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG