Siqueira promete `recuperar¿ o Tocantins

Tucano governou Estado três vezes e diz que pedirá auxílio internacional para suposto quarto mandato

Gilson Cavalcante, iG Tocantins |

O ex-governador do Tocantins e candidato à reeleição Siqueira Campos (PSDB) disse que, se eleito, vai executar o “Programa de Recuperação do Estado (PRE), para atrair grandes grupos nacionais e estrangeiros.” E trazer de volta “financiamento internacional para ajudar a pavimentar o Estado”. No PRE consta a proposta de divisão do Tocantins em 18 regiões administrativas.

"Cada uma será um polo de atendimento, com centro administrativo, hospital regional, ambulatório, farmácia popular, centro olímpico, escola técnica de tempo integral e centro profissionalizante,” revelou. Nas “diretrizes macroeconômicas,” promete construir as Usinas Hidrelétricas de São Salvador, Estreito, Corredeiras de Santo Antônio / Itaguatins, no rio Tocantins; Santa Isabel / Xambioá / Ananás, no rio Araguaia.

Para isso, fará “gestões junto à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e ao Ministério das Minas e Energia”. Essas gestões, acrescentou, servirão para que seja aprovada rapidamente “a licitação das Usinas Hidrelétricas de Ipueiras (Rio Tocantins), Tupiratins / Itapiratins (Rio Tocantins), Rio Paranã, Rio do Sono e dos demais potenciais hidrelétricos do Estado.” Ele prometeu também construir restaurante popular.

Emergência

O PRE “tem caráter emergencial e resulta de uma acurada análise da realidade do Estado e da situação de caos em que se encontra.” Na área de consumo de energia elétrica, o candidato prometeu “energia elétrica para todos, com redução do preço da tarifa. O alto custo da energia sufoca a economia, comerciantes e empresários, precisamos rever isto.”

Siqueira disse que “vai investir e valorizar cada centavo de recurso público. O dinheiro vai circular na mão do povo. Vamos incentivar a produção, criar linhas de crédito. A falta de apoio e de incentivos creditícios e fiscais aos empresários é uma das principais causas do desemprego e da estagnação da economia,” avaliou.

“Mapa da travessia”

A divisão do Tocantins em 18 regiões administrativas também atende pelo nome de “Mapa da travessia, para fazer com que as pessoas migrem de uma classe social de nível baixo para um nível acima, a partir da assistência por parte do Estado. Vou ampliar o programa Pioneiros Mirins à zona rural”.

Outros itens citados pelo candidato são “a volta dos programas Bacias Leiteiras e Lavouras Comunitárias, a criação do Banco Rural da Gente, ações rígidas de combate ao crack e assistência aos dependentes e a implementação do sistema multimodal de transportes no Estado.” O programa de governo do candidato tucano contém “10 metas básicas".

Essas metas, acrescentou, "serão aprimoradas e ampliadas através dos debates com os diversos setores da comunidade tocantinense, por meio das reuniões plenárias, dos fóruns setoriais e pelas diversas formas de manifestação das populações dos 139 municípios tocantinenses”.

Indústria

Para desenvolver a indústria do Tocantins, Siqueira prometeu “planeja e incentivar a produção de energia limpa (bioenergia); restaurar a capacidade de investimento do Estado, tendo como base uma estratégia agressiva de aumento da produção, da produtividade e de atração de investimentos produtivos.”

Desta forma, acrescentou, o seu suposto novo governo “dará suporte ao projeto de desenvolvimento sócioeconômico e ambiental.” E que vai incentivar “a produção de álcool, açúcar, biodiesel, além de papel e celulose, carvão para siderúrgicas e mobiliário, tudo em bases sustentáveis”.

Educação

Na área da educação, o candidato disse que vai “facilitar o acesso de alunos de baixa renda à universidade, por meio de bolsas, estágio e crédito educativo. Vamos priorizar o ensino para o trabalho.” No seu plano consta também a criação e instalação de universidade pública e de polos de informática e de ciência e tecnologia.

Saúde e habitação

Na área da saúde, Siqueira disse que "prioriza a restauração dos pólos médico-hospitalares, que estão desmantelados; apoio aos cursos de medicina, odontologia, enfermagem, farmácia e adotar providências para implantação de cursos de pós-graduação, com o apoio de hospitais universitários e rede hospitalar, dentre outras ações.”

Na área de habitação, Siqueira defende “solução definitiva para o problema habitacional dos servidores públicos estaduais e municipais e a manutenção e aperfeiçoamento do plano de saúde.” Aos 82 anos, o candidato tucano afirmou que, se eleito, vai realizar um governo “inovador e ousado, muito mais do que antes”.

Siqueira disputa o quarto mandato pela coligação "Tocantins Levado a Sério". O primeiro mandato foi de 1989-1990, quando da implantação do Tocantins, prevista na Constituição de 1988. A proposta foi de sua autoria, aprovada na Assembléia Constituinte. Para aprová-la, o então constituinte Siqueira Campos fez greve de fome no Congresso Nacional.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG