Siqueira e Gaguim trocam farpas na TV

Lula pede votos para o PMDB no programa do horário eleitoral gratuito dos candidatos do Tocantins

Gilson Cavalcante, iG Tocantins |

No programa do horário eleitoral gratuito na TV desta quarta-feira, os dois candidatos ao Governo do Tocantins – Carlos Gaguim (PMDB) e Siqueira Campos (PSDB) – falaram um pouco sobre promessas de campanha, mas deram destaque às críticas e acusações mútuas. O destaque foi o depoimento do presidente Luiz Inácio Lula da Silva pedindo votos para Gaguim.

Gaguim acusou Siqueira de se limitar a fazer “denúncias falsas” contra a sua administração. Referia-se às denúncias do tucano sobre o suposto envolvimento do nome do governador no esquema de fraude das licitações, que está sendo investigado pelo Ministério Público em São Paulo.

O programa de Siqueira iniciou com depoimentos de populares questionando “a construção de duas casas por hora,” prometida pelo governador. O programa mostrou a visita do candidato tucano à residência de uma família que vive em um casebre. Ele reafirmou que, se eleito, vai construir 70 mil casas no programa de moradias.

Lula

O programa de Gaguim na TV também mostrou a visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em sua visita ao Tocantins na terça-feira (21). Lula deu depoimento elogiando a administração e ao final pediu votos para o candidato peemedebista, que reproduz no Estado a aliança nacional do PT com o PMDB na disputa pela Presidência da República.

“Estou sendo atacado covardemente pelos adversários. Eles querem passar por cima da honra das pessoas. Não vou me intimidar com boatos e fofocas,” disse Gaguim. Ao comparar sua candidatura com a de Siqueira, Gaguim fez um chamamento ao eleitor: “Vamos ter que escolher entre a liberdade e o autoritarismo”.

No programa de Siqueira, o senador João Ribeiro (PR) e candidato à reeleição disse que recebeu “garantias” da presidenciável Dilma Rousseff (PT) de que Siqueira será “bem recebido,” em caso de vitória do tucano. “Siqueira será um dos primeiros governadores a ser recebido por Dilma,” garantiu o senador.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG