Siqueira diz que Gaguim `engana servidores¿

Candidato ao governo do Tocantins promete ¿manter¿ conquistas salariais da categoria e ¿ampliá-las¿

Gilson Cavalcante, iG Tocantins |

A coligação "Tocantins Levado a Sério," do candidato a governador Siqueira Campos (PSDB), enviou nota à imprensa hoje acusando o governador Carlos Gaguim (PMDB) de descumprimento da lei e de “enganar” os servidores públicos estaduais. Siqueira se refere ao reajuste de 25% à categoria, anunciado em outubro do ano passado.

No documento, o tucano assegura que “a prática” de Gaguim é tentativa de angariar votos, “pensando em seus interesses imediatos e deixando os servidores no vácuo da Justiça”. Anunciado à categoria em outubro de 2009 como reajuste salarial de 25%, de acordo com Siqueira, o benefício é uma “progressão” em vários níveis na tabela do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS).

Siqueira disse ainda que Gaguim “ignorou” o critério de que a progressão só pode ser concedida mediante a avaliação de desempenho do servidor e sua comprovada participação em cursos de qualificação na área que atua.

“Além da progressão não poder ser concedida como um reajuste, os servidores só poderiam progredir um nível na tabela de progressão a cada dois anos, critério que também foi desrespeitado pelo governo”, acrescentou.

Siqueira disse que em 2007 o então presidente da Assembleia Legislativa deputado Gaguim "votou pela retirada" do reajuste de 25%. E se eleito, prometeu “manter” as conquistas dos servidores públicos e ampliá-las. “Mas agindo sempre dentro da lei e tornando a valorização do servidor uma política de governo, e não fazendo dela uma prática eleitoreira,” concluiu.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG