Siqueira Campos critica política social do Tocantins

Candidato ao governo diz que população está faminta e promete investir na economia e na saúde

Gilson Cavalcante, iG Tocantins |

O candidato a governador pela coligação “Tocantins Levado a Sério,” Siqueira Campos (PSDB), afirmou que o Estado “está à beira de uma tragédia social.” Em entrevista a uma emissora de rádio de Palmas, o tucano defendeu sua volta ao governo para “recuperar o Tocantins,” onde uma boa parcela da população “está passando fome”.

Siqueira comparou o último mandato de seu governo (1999-2002) com os seguintes. Afirmou que deixou o governo com um orçamento de R$ 300 milhões e que hoje esses recursos são da ordem de R$ 6 bilhões. “Na minha época, com recursos bem menores, construí Palmas, nossa Capital, instalei os poderes públicos e dei início às obras de saúde, educação e infraestrutura,” lembrou. E acrescento em tom crítico:

“O Tocantins tem hoje um governo rico, gastador e uma população pobre, passando fome. Dinheiro tem. Se não houvesse a corrupção desenfreada, que desvia milhões e milhões, nós teríamos um Estado bem melhor”. Siqueira disputa o governo com Carlos Gaguim (PMDB), da coligação “Força do Povo”.

O candidato tucano declarou na entrevista que suas prioridades, se vencer as eleições, “são investimentos em saúde e o fomento às atividades econômicas.” Ele afirmou que uma de suas primeiras medidas, se eleito, é “a assinatura do ato de construção do Hospital Geral de Araguaína” no primeiro dia do seu governo.

“Vamos colocar para funcionar de verdade a Agência de Fomento em favor dos pequenos e médios investidores,” prometeu. Garantiu também a “redução de impostos para incentivar a indústria e o comércio e retomar os programas Bacia Leiteiras e Lavouras Comunitárias, de incentivo à agropecuária familiar”.

    Leia tudo sobre: eleições tosiqueira togaguim tosaúdelavoura

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG