Siqueira acusa Gaguim de usar Estado em troca de voto

Coordenação do candidato tucano citou o exemplo do pagamento feito pelo governador do Tocantins à direção do Hotel Rio do Sono

Gilson Cavalcante, iG Tocantins |

A coordenação de campanha da coligação “Tocantins Levado a Sério” acusou no início da tarde de hoje o governador e candidato a reeleição Carlos Gaguim (PMDB) por uso da máquina pública em troca de voto. O pagamento feito à direção do Hotel Rio do Sono foi citado como exemplo. Gaguim pagou através do seu gabinete a quantia de R$ 52.552,36 ao Hotel Rio do Sono.

"Trata-se do hotel mais luxuoso de Palmas, capital. O pagamento, realizado na última sexta-feira, se dá um mês depois da direção do hotel assinar contrato com o Governo do Estado para um ano de prestação de serviço, no valor de R$ 329.641 – contrato publicado no Diário Oficial, edição de 7 de julho”, destacou a assessoria.

Ainda de acordo com a mesma fonte, após a prestação do serviço, Gaguim teria 30 dias para fazer o pagamento, “porém optou por pagar antes do prazo”.

Agenda

O candidato a governador Siqueira Campos (PSDB) e os seus três companheiros de chapa na coligação “Tocantins Levado a Sério” estão discutindo agora à tarde novas estratégias de campanha. Pela manhã, Siqueira esteve em Brasília (DF).

Nesta quinta-feira, 5, os candidatos viajam para o município de Porto Nacional, onde farão caminhada a partir das 8h30 e visitas à tarde. À noite, se reunirão com lideranças e representantes da população.

    Leia tudo sobre: eleiçõestocantinssiqueiragaguimuso da máquina

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG