Candidato tucano afirma que relações do partido prejudicam o papel do Brasil como mediador de conflitos na América Latina

O candidato do PSDB à Presidência da Repúbilca, José Serra, voltou hoje a ressaltar supostas ligações do PT com os guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), afirmando que isso prejudica o papel do Brasil como mediador de conflitos na América Latina em geral e na América do Sul em particular.

"Há um elemento que atrapalha, que é a ligação do PT com as Farc. É preciso deixar essa coisa de lado e ter um papel efetivo na pacificação ", disse o presidenciável, que também criticou a participação do governo como mediador da crise nuclear iraniana.

As críticas foram feitas no início da noite durante uma caminhada no centro comercial de Blumenal, interior catarinense. Mais cedo, Serra esteve em Florianópolis, onde participou de evento na Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina e fez corpo-a-corpo no Mercado Público Municipal da capital.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.