Serra usa nova denúncia contra Casa Civil no horário eleitoral

Marina exibiu Lula pela primeira vez e Dilma falou do PAC 2

iG São Paulo |

O candidato do PSDB à presidência da República, José Serra, utilizou a reportagem de hoje da revista Veja no horário eleitoral da noite deste sábado. A propaganda mostrou trechos da publicação que falam de um suposto pagamento de propina feito dentro do ministério da Casa Civil, na época em que a pasta esteve sob comando da hoje presidenciável petista Dilma Rousseff (PT).

No final da propaganda do tucano, também foram utilizados depoimentos de pessoas desconhecidas sobre o caso. No vídeo, uma mulher perguntava, se referindo à Dilma, “como a pessoa não sabe o que está acontecendo dentro da própria casa?”.

Antes de mostrar as denúncias, Serra prometeu o reajuste de 10% de todas as aposentadorias e pensões do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS).

Já Marina Silva (PV), candidata do PV à presidência da República exibiu pela primeira vez o presidente Luiz Inácio Lula da Silva em seu horário eleitoral. Enquanto o narrador fala que o presidente escolheu ela para ser ministra do Meio Ambiente em 2002, Lula aparece de cabeça baixa ao lado de Marina.

“Marina Silva diminuiu o desmatamento pela metade em apenas três anos e o trabalho deu tanto resultado que a redução continua”, diz o narrador.

Em seguida, Marina explica sua saída do ministério. “Quando o meu trabalho no ministério do Meio Ambiente começou a ser ameaçado pela idéia do crescimento a qualquer custo, preferi sair e manter minha coerência e meu compromisso com o desenvolvimento sustentável. É possível crescer sem destruir”, diz Marina.

A candidata petista, Dilma Rousseff, não citou nenhuma das denúncias sobre o ministério da Casa Civil. Ela usou seu tempo para apresentar dados da última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) e falar do Programa de Aceleração do Crescimento 2 (PAC 2).

Ela prometeu o investimento de R$ 57 bilhões em saneamento básico, pavimentação, prevenção de enchentes e transporte público no “ PAC cidade melhor”. Dilma também falou do “PAC comunidade cidadã”, onde seriam investidos R$ 23 bilhões para criar mais creches e escolas.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG