Serra se nega a pedir votos para irmão de Ciro

"O Cid é de outro partido. Tem outras alianças. Seria muito constrangedor para mim¿, disse o tucano.

Adriano Ceolin, enviado a Fortaleza |

Apesar do flerte do PSDB com o governador cearense Cid Gomes (PSB), o candidato tucano à Presidência da República, José Serra, descartou nesta terça-feira pedir votos para a reeleição do irmão do deputado Ciro Gomes (PSB-CE).

“Não. O Cid é de outro partido. Tem outras alianças. Seria muito constrangedor para mim”, disse o tucano. Serra não quis dar opinião se ele acha constrangedor o PSDB cearense pedir votos para o atual governador. “Eu fico por aí [que não pedirá votos]”, encerrou.

Serra deu a declaração logo após participar de uma palestra nesta tarde. Pela manhã, em entrevista a uma rádio, o tucano fez elogios a Ciro Gomes. Os tucanos no Ceará tentam herdar o eleitorado do socialista excluído por seu partido da disputa pela Presidência da República.

A família Gomes é aliada historicamente ao senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) desde os anos 80. Ciro, inclusive, foi eleito governador pelo PSDB em 1990. Seis anos depois deixou o partido, ingressou no PPS e disputou a presidência da República em 1998 e 2002.

Na primeira metade do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Ciro rompeu com o PPS e migrou para o PSB. Seu irmão, Cid, tomou o mesmo caminho e, em 2006, disputou o governo do Estado contra Lúcio Alcântara (PSDB). Com apoio velado de Tasso, acabou eleito.

Agora, em 2010, Cid tenta ajudar Tasso a se reeleger para o Senado. Para isso, teria oficialmente apenas um candidato ao Senado: Eunicio Oliveira (PMDB). O PT, no entanto, tem pressionado Cid a apoiar José Pimentel (PT) para a segunda vaga ao Senado.

A fim de retardar o processo ao máximo, Cid marcou a convenção do partido que definirá sua chapa para 27 de junho, três dias antes do prazo final. Atualmente, seu vice é do PT: Francisco Pinheiro, mas também pode perder o posto caso a aliança seja rompida.

    Leia tudo sobre: CiroirmãoSerra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG