Serra sai em defesa de Mantega sobre suposto dossiê

O presidenciável do PSDB disse que o ministro da Fazenda é íntegro e honesto e disse que não se surpreendeu com a denúncia do PT

Rodrigo Rodrigues e Piero Locatelli, iG São Paulo |

Agência Estado
O candidato à Presidência da República, José Serra, e Geraldo Alckmin, candidato ao governo de São Paulo, durante caminhada pelo bairro da Liberdade
O candidato do PSDB à presidência da República, José Serra, comentou nesta segunda-feira (02) a suposta produção de um dossiê contra o ministro da Fazenda, Guido Mantega, e sua filha Marina. Durante coletiva de imprensa na região da Liberdade, no Centro de São Paulo, o presidenciável disse que não se surpreendeu com a notícia de que o próprio PT tenha produzido o documento contra o ministro do governo Lula, e disse que confia na integridade de Mantega, que é seu amigo de longa data. “Quero dar meu testemunho a respeito do ministro Mantega”, disse Serra aos jornalistas. “Acho ele um homem correto. Eu considero o ministro Guido Mantega um homem honesto que está no cargo defendendo os interesses públicos”, afirmou o candidato.

Embora de autoria desconhecida, o suposto dossiê contra o ministro da Fazenda foi denunciado pelo jornal Folha de S.Paulo e lança suspeitas contra a ala do Partido dos Trabalhadores ligada ao sindicalismo bancário. O documento afirma que a filha do ministro, a modelo Marina Mantega, estaria fazendo lobby em empresas estatais como o Banco do Brasil e a Previ.

No final de abril, o material apócrifo foi enviado para a presidência do BB, para o gabinete de Mantega e para a Casa Civil, segundo o jornal. O objetivo do dossiê era fazer com que o ministro da Fazenda desistisse de nomear Paulo Caffarelli para a presidência da Previ.

O jornal aponta o deputado federal Ricardo Berzoini (SP), ex-presidente do PT, como mandante do dossiê e atribui a troca de acusações à guerra de cargos dentro do governo Lula. O deputado nega a autoria e diz que já mandou investigar quem teria sido o autor das denúncias dentro do partido.

O atual presidente do PT, José Eduardo Dutra, ironizou a denúncia e disse que qualquer “fofoca” dentro do partido vira dossiê contra o PT.

    Leia tudo sobre: serraguido mantegadossiêmarina mantegaberzoiniPT

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG