Serra responsabiliza Dilma por suposto dossiê

Pré-candidato eleva tom contra adversários e cobra resposta; no suposto dossiê PT estaria investigando filha de Serra

Nara Alves, iG São Paulo |

Um suposto dossiê - que estaria sendo produzido pelo PT e depois abortado – foi o mais novo elemento para que o ex-governador José Serra elevasse o tom contra seus adversários nesta terça-feira.

 Em evento realizado na sede da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), o pré-candidato do PSDB à Presidência responsabilizou a ex-ministra Dilma Rousseff (PT) pela tentativa de criar um dossiê contra sua candidatura. “A principal responsabilidade por esse novo dossiê é da candidata Dilma Rousseff. Disso não tenho dúvida, assim como a principal responsabilidade pelo dossiê dos aloprados foi do Aloizio Mercadante, assim como a responsabilidade pelo dossiê de 2002 foi do Ricardo Berzoini. O PT tem uma longa tradição”.

No suposto dossiê, tema de reportagem da revista "Veja", petistas estariam investigando a filha de José Serra, Verônica Serra. Segundo a reportagem, Dilma interveio para anular a produção do suposto dossiê.

O tucano cobrou uma resposta do PT. “Eu estava preferindo falar sobre isso amanhã. Estou querendo ver qual será a resposta do PT”, disse.

Na ACSP, o ex-governador acompanhou o registro pelo Impostômetro da marca de R$ 500 bilhões em arrecadação. Compareceram ao evento o pré-candidato ao governo de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), o ex-governador Orestes Quércia (PMDB, cotado para disputar o Senado) e o ex-secretário Guilherme Afif Domingos (DEM), pré-candidato a vice-governador.

    Leia tudo sobre: dilmaserraalckminafifquércia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG