Serra promete criação de rede de hospitais para reabilitação

Em visita a Poços de Caldas (MG), candidato diz que criará um Ministério para pessoas com deficiência física e mental

Nara Alves, enviada a Minas Gerais |

Em visita à APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Poços de Caldas, no Sul de Minas Gerais, o presidenciável tucano José Serra prometeu a criação de uma rede de 40 hospitais de reabilitação, que se chamará Zilda Arns, em referência à médica e sanitarista que se destacou pelos seus trabalhos na área social. Serra explicou que a rede faz parte do projeto de criação de um novo Ministério voltado para pessoas com deficiência física e mental.

O candidato também sugeriu a criação de secretarias ou coordenadorias voltadas para pessoas com deficiência em todas as cidades brasileiras. Para cada 4 a 5 milhões de pessoas, será criado um novo hospital, o que totalizaria cerca de 40 hospitais, além daqueles já existentes. As redes modelos desse tipo de hospital são a Sarah Kubitscheck, com unidades em cidades como Belo Horizonte, Brasília e Rio de Janeiro, e a Lucy Montoro, em São Paulo. Serra também citou o nome da vereadora Mara Gabrilli, que foi secretária Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida na cidade de São Paulo. Ele disse que Mara está cotada para assumir a nova Pasta caso seja eleito Presidente.

“Nós vamos criar um Ministério para pessoas com deficiência no Brasil, que vai abrir um espaço político para essas pessoas e suas famílias”, afirmou o candidato. A idéia do nome Zilda Arns foi dada pelo governador e candidato à reeleição, Antonio Anastasia (PSDB-MG), que participou da visita à APAE. O ex-governador e candidato ao Senado Aécio Neves, o senador Eduardo Azeredo, que é candidato a deputado federal, e lideranças locais acompanharam Serra na visita.

    Leia tudo sobre: eleições serraeleições mgaécioazeredo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG