Serra minimiza omissão de seu nome por candidatos aliados na TV

Após não citar Serra no primeiro programa eleitoral, o presidente do PSDB garante que o presidenciável vai aparecer no segundo

Nara Alves, iG São Paulo |

O presidenciável tucano, José Serra, minimizou a importância do fato de que alguns candidatos de sua própria aliança partidária tenham omitido seu nome no primeiro dia de programa eleitoral na TV, que teve início ontem. “Eu tenho tanta coisa para fazer que se eu for controlar quem cita e quem não cita, eu não faço campanha. Procuro não me amolar com detalhes e não alimentar paranóias”, disse.

José Luís da Conceição
Serra visita a Abrinq
No primeiro programa televisivo, até mesmo o presidente do PSDB, o senador e candidato a deputado Sérgio Guerra, não cita José Serra. O senador garantiu, no entanto, que amanhã, quando vai ao ar o segundo programa, o presidenciável será lembrado. De acordo com Guerra, depois de Serra, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o presidente do DEM, Rodrigo Maia, também aparecerão no programa. “Mais tucano impossível”, afirmou.

Serra adiantou que seus próximos programas na televisão terão como temas a segurança e a educação. “Já falei da saúde e depois vou voltar à saúde. Vou tratar da segurança, inclusive o problema da droga, que tanto desgraça a nossa juventude, e das questões da educação, que são vitais para o nosso futuro”, contou. Segundo ele, serão retomadas propostas já apresentadas, como a de colocar dois professores por sala no ensino fundamental.

Outro programa que deverá ganhar destaque na programação tucana é o Mãe Brasileira. Sem citar sua principal rival, Serra acusou a candidata petista Dilma Rousseff de ter copiado o programa e rebatizado de Mãe Cegonha. “Não cobro royalties nem nada por patente, mas fico satisfeito que outros adotem aquilo que a gente vinha propondo”, disse. Em seguida, ressaltou que espera ser ele mesmo a tirar a proposta do papel. “Minha expectativa é de que seja eu mesmo (a implementar o programa) porque se depender dos outros, vai ficar na promessa”, disse.

Nesta quarta-feira, Serra esteve na Abrinq (Fundação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos), na capital paulista, e assinou um termo de compromisso com as propostas sugeridas pela entidade. Entre elas, o comprometimento com a meta de diminuição da mortalidade infantil "a menos da metade do que é hoje". Serra garantiu que a meta será apresentada em seu programa de governo.

    Leia tudo sobre: Eleições Serrapleito 2010Abrinq

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG