Serra inicia campanha para reverter baixa votação no Nordeste

Região do país onde Dilma ganhou com maior folga é considerada estratégica para o desempenho do candidato tucano

Daniela Almeida, iG São Paulo |

O otimismo deu o tom da primeira reunião do conselho do comitê da campanha do segundo turno do candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra . Embalados pela avaliação de que o candidato teve boa performance ontem no debate da Band , e também pelas pesquisas que mostram o presidenciável com mais de 40% das intenções de voto, os conselheiros se reuniram em clima de "animação".

Uma das decisões tomadas na reunião será o foco no Nordeste nesta fase da corrida presidencial. O crescimento de Serra nesta região do país é imprescindível para uma eventual vitória do candidato tucano, já que no primeiro turno a adversária Dilma Rousseff obteve ali seus maiores percentuais de votação. "É a região que precisa de mais cuidado. É  a região sobre a qual vamos nos debruçar”, resumiu o senador reeleito Agripino Maia (DEM-RN).

A forte presença do programa Bolsa-Família no Nordeste também foi apontada pelos tucanos como um problema a mais para a candidatura Serra. De acordo com o senador eleito Aloisio Nunes (PSDB-SP), a participação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na campanha inibiu a ação de muitos políticos que estavam com suas candidaturas em jogo, o que agora, no segundo turno, já não é motivo de preocupação.

Para otimizar o trabalho nos Estados, já que o tempo de campanha no segundo turno será curto, foram escolhidos articuladores para alavancar a candidatura Serra nos Estados, entre eles o senador eleito Aécio Neves (PSDB-MG), o presidente do PSDB, Sérgio Guerra, o candidato a vice-presidente Índio da Costa (DEM-RJ) e os presidentes das legendas que compõem a coligação. Enquanto Serra vai concentrar esforços no Nordeste, os articuladores deverão trabalhar fortemente em outros Estados, como Acre, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Rio Grande do Sul.

O apoio do PV ao candidato tucano também foi discutido no encontro dos conselheiros. De acordo com Sérgio Guerra, as conversas continuam acontecendo nos bastidores. A perspectiva, no entanto, é de que o partido só se manifeste a partir do próximo dia 17.

    Leia tudo sobre: eleiçõeseleições serrapleito 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG