Serra: Fernando Pimentel organizou dossiê

Em entrevista ao SBT Brasil, presidenciável responsabiliza candidato ao Senado mineiro pelas quebras de sigilo na Receita Federal

Piero Locatelli, iG São Paulo |

O candidato tucano à Presidência, José Serra, voltou a responsabilizar a campanha de Dilma pela quebra de sigilos do Imposto de Renda de pessoas ligadas ao PSDB durante entrevista ao telejornal SBT Brasil realizada hoje.

Serra disse que o candidato ao Senado em Minas Gerais e amigo pessoal da candidata Dilma Rousseff, Fernando Pimentel, organizou todo o esquema. O candidato também falou que “o PT tem muito blog sujo” e vários deles tiveram os sigilos com meses de antecipação.

Na entrevista, Serra também comentou a declaração de Dilma de que, se fosse eleita, estenderia a mão para ele. “Não fiquei bravo. Achei uma declaração sem pé nem cabeça. Ela fala o que o chefe de imprensa dela instrui pra ela falar. Ela raramente diz uma coisa mais espontânea”, diz Serra.

Serra negou que candidatos ao governo estejam fazendo pouca campanha para ele. Ele disse estar sempre com Geraldo Alckmin, candidato tucano ao governo de São Paulo, e que ontem esteve ao lado do ex-governador Aécio Neves, candidato ao Senado em Minas Gerais. “Tititi e fofoca é o que alimenta o noticiário”, diz o candidato.

O tucano criticou o Governo Federal, afirmando que ele é omisso no combate contra o crime organizado. Ele argumenta que a fiscalização nas fronteiras é fraca e permite a entrada de armas e drogas. Ele também prometeu aumentar investimentos em portos. Segundo Serra, “o porto em Salvador(BA) está praticamente falido” e os baianos tem que escoar a sua produção por outros Estados. Amanhã, Dilma deve ser entrevistada pelo jornal. Na quinta-feira será a vez de Marina Silva (PV).

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG