Serra: 'Existe um uso e abuso das pesquisas. Pesquisa é furada'

Durante entrevista a emissora de rádio de Recife, tucano ataca adversários e diz que PT tem uma 'central de mentiras'

Thaisa Lisboa, iG Pernambuco |

Em entrevista nesta quarta-feira à Rádio Jornal, de Recife, o presidenciável José Serra (PSDB) questionou a veracidade dos institutos de pesquisa no Brasil. Para ele, além das pesquisas serem uma ‘furada’, a disputa está tecnicamente empatada.

"Existe um uso e abuso das pesquisas eleitorais no Brasil. Pesquisa é furada. No primeiro turno, elas (pesquisas) estavam totalmente erradas. Algumas são alugadas para o governo, como a CNT/Sensus, a Vox Populi", criticou. O candidato revelou que, mesmo incomodado com os equívocos, não se deixa influenciar pelos números. 

Agêcia Estado
Serra dá entrevista a emissora de rádio em Recife
O ex-governador de São Paulo afirmou que o PT tem uma “central de mentiras que é fenomenal", referindo-se as acusações feitas de que, caso eleito, irá terminar com os concursos públicos e privatizar uma série de empresas, como por exemplo, a Caixa Econômica Federal (CEF), e o Pré-Sal. O candidato disse que, caso chegue ao poder, não permitirá que o Nordeste tenha o seu desenvolvimento comprometido. Para isso, prometeu criar o Instituto Celso Furtado, que funcionará exclusivamente, para o semi-árido.

O tucano aproveitou para dizer que o governador reeleito em Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), irá governar melhor o Estado com ele do que com a candidata do PT, Dilma Rousseff . "Não fico vendendo espuma. Tenho certeza de que ele (Campos) ficará melhor comigo. Terá todo o meu apoio e minha colaboração", declarou. Eduardo Campos apoia a candidatura Dilma.

O tucano frisou que não irá fazer um governo com discriminação e nem com jogos políticos. “Ou a gente desenvolve junto ou não desenvolve”, disse. O candidato finaliza sua agenda no Estado com uma caminhada no centro do Recife, na tarde desta quarta-feira.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG