Candidatos aproveitam Dia de Nossa Senhora de Aparecida para voltarem a temas religiosos

Os candidatos à Presidência da República Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB) aproveitaram o Dia das Crianças e de Nossa Senhora de Aparecida para reforçar, no programa eleitoral gratuito exibido hoje na TV, valores cristãos como o direito à vida. As afirmações são reflexo da discussão sobre o aborto, tema que tem permeado a campanha desde o final do primeiro turno.


“Hoje é um dia especial, dia de graça, agradecimento, fé esperança. Por isso venho renovar meus compromissos com as crianças do Brasil”, disse Dilma. A candidata foi acusada por meio de mensagens na internet de ser a favor do aborto e, recentemente, teve de responder às críticas publicamente.

O programa de Serra teve início com a apresentação de imagens de mulheres dando seus filhos à luz. “Esta pode ser a eleição dos valores mais profundos”, afirmou o candidato tucano. “Quero deixar aqui uma palavra de esperança, que as nossas crianças nasçam e cresçam em um Brasil livre.”

O horário reservado ao PT apostou ainda na desconstrução do governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e de Serra, enquanto este ocupou os cargos de ministros e de ex-governador de São Paulo. Por meio de imagens narradas por um locutor e em depoimentos de Dilma, foram citados os processos de privatização, a criação de pedágios no Estado e os programas de transferência de renda tucanos.

Em um esforço para conquistar os votos na Região Nordeste, o programa de Serra usou um depoimento do cantor e compositor Dominguinhos. “Viu meus conterrâneos, não deixem de votar neste homem”, pedia o artista pernambucano de Garanhuns, terra do presidente Lula . Também foram citados temas como sustentabilidade e a prática de uma política apartidária pelo futuro presidente, bandeiras da ex-candidata Marina Silva (PV), que ainda não declarou quem deverá apoiar no segundo turno.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.