Serra e Dilma acirram disputa em MG

José Serra intensificará a sua agenda no Estado a pedido de Aécio Neves, Dilma visitará o Estado de 10 em 10 dias

Agência Estado |

selo

Os presidenciáveis Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB) acirram a disputa em busca de votos no eleitorado mineiro, diversificando estratégias. A pedido do ex-governador Aécio Neves, Serra estará no Estado pelo menos uma vez por semana. No campo petista, o comando político da campanha de Dilma em Minas preparou cronograma para que ela visite o Estado de 10 em 10 dias.

O PT aposta na atuação do ex-ministro "do Bolsa-Família" Patrus Ananias para tentar minimizar o impacto da alta popularidade do ex-governador de Minas Aécio Neves em regiões estratégicas, como Vale do Jequitinhonha e o norte, as mais pobres do Estado. O PT calcula que se Dilma abrir vantagem de 2,5 milhões de votos em Minas haveria possibilidade de vitória no primeiro turno.

Coordenador da campanha da petista no Estado, Patrus traçou roteiro de visitas de Dilma às macrorregiões de Minas. A ideia é que o presidente Lula a acompanhe em pelo menos três viagens até setembro. A primeira desta série de visitas será dia 6.

O tucano, por sua vez, vai mostrar no programa de TV a chamada "agenda Minas-Brasil", uma série de investimentos da União no Estado caso ele seja eleito presidente. Serra, que na semana passada visitou Minas duas vezes e gravou cenas para o programa de televisão na periferia de Belo Horizonte, estará de volta no dia 4, em Poços de Caldas. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: Minas geraisIbopeSerraDilma

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG