Serra diz não ter conhecimento de multa aplicada pelo TSE ontem

O candidato tucano disse que desconhece os fundamentos para a multa e que ainda não sabe se vai recorrer

Piero Locatelli, iG São Paulo |

O candidato do PSDB à presidência, José Serra, disse não ter conhecimento de uma multa aplicada pelo TSE no dia anterior. O Tribunal Superior Eleitoral aplicou punição de R$ 7,5 mil ao Diretório Estadual do PSDB da Bahia por utilizar a inserção partidária da legenda no Estado, veiculada em 19 de maio, para fazer propaganda eleitoral antecipada em favor do candidato tucano. Foi a primeira multa aplicada ao presidenciável nesta corrida eleitoral.

Ao ser questionado por jornalistas se pretendia recorrer contra a multa, Serra disse que ainda não sabia se haverá recurso e resumiu: “Eu não soube ainda o fundamento da multa, falem com o meu advogado”.

A entrevista foi concedida após palestra no Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo nesta quarta-feira. O evento estava programado para 14h30, mas Serra só chegou à sede do conselho às 17h30. Ele estava sendo aguardado pelo candidato do PSDB ao governo do Estado, Geraldo Alckmin, desde o horário previsto.

O candidato tucano à presidência aproveitou o evento para criticar a gestão da saúde do governo federal e o loteamento de cargos na administração pública. Segundo Serra, o PT tem ocupado cargos técnicos da saúde com indicações políticas. “Na minha época de ministro, ninguém vinha nem me sugerir um nome. De repente, politizaram todos os cargos”, disse o candidato à presidência, que foi ministro da Saúde no segundo mandato de Fernando Henrique Cardoso na presidência. “Isso significa privatizar o Estado”.

No segundo dia de campanha, Serra esteve ainda em Jundiaí, acompanhado de Alckmin, e em Campinas.

    Leia tudo sobre: José SerraGeraldo AlckminPSDBeleições 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG