Serra: Dilma deu resposta contraditória sobre chefe da Casa Civil

"Primeiro ela disse que não põe a mão no fogo sobre seu braço direito na Casa Civil. Depois, culpou a imprensa", afirmou o tucano

Nara Alves, iG São Paulo |

O candidato à Presidência pelo PSDB, José Serra , classificou de "contraditória" a resposta da presidenciável petista, Dilma Rousseff , sobre a denúncia que envolve o filho da ministra da Casa Civil, Erenice Guerra. Serra falou com os jornalistas ao final do debate promovido pela Rede TV!. "Primeiro ela disse que não põe a mão no fogo sobre seu braço direito na Casa Civil. Depois, culpou a imprensa, disse que é um jogo eleitoral. Ou seja, é uma resposta inteiramente contraditória", afirmou.

Para Serra, Dilma não conseguiu se explicar sobre as denúncias da revista Veja . "Ela praticamente não respondeu pergunta nenhuma de nenhum tipo", disse. O tucano afirmou que a resposta da petista sobre as denúncias, alegando ser jogo eleitoral do adversário, mostra um comportamento "típico do petismo, do Estado puro". E explicou: "Só é bom, só é válido, só é democrático o que interessa ao PT. De resto, não é".

O tucano ressaltou, ainda, que a campanha petista não solicitou investigação à Polícia Federal sobre as quebras de sigilos ocorridas na Receita, como afirmou a candidata durante o debate. "Não é governo que pede para PF investigar, muito menos campanha. Eles não mandaram fazer nenhuma investigação rigorosa, até porque devia começar demitindo o secretário da Receita e o corregedor, que têm faltado com a verdade", disse.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG