Serra canta Gonzagão e evento vira comício no Ceará

Encontro partidário teve banda de forró que acompanhou o tucano na execução de clássicos do cantor de baião

Adriano Ceolin, enviado ao Crato (CE) |

O candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, cantou nesta segunda-feira três músicas do repertório de Luiz Gonzaga (1918-1989), o Gonzagão, durante encontro partidário na cidade do Crato, no sul do Ceará. O evento teve caracteríticas de comício, que só é permitido pela legislação eleitoral a partir de junho após as convenções dos partidos.

O Crato foi o terceiro município visitado por Serra no Cariri, formada 27 cidades. O tucano esteve em Barbalha, onde foi recebido com um carro de som na frente de um hospital, e em Juazeiro do Norte, cidade fundada por padre Cícero Romão Batista (1844-1934) _tido como santo no Nordeste. Em visita à estátua do padre, o tucano fez um pedido para ganhar a eleição presidencial.

Chamado “Encontro Regional do PSDB”, o último evento de Serra no Cariri foi organizado pelo prefeito do Crato, Samuel Araripe, em clube da cidade. No entanto, as portas estavam abertas para o público. Também tucano, Araripe será um dos coordenadores da campanha de Serra e do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) na região do Cariri.

Animado com a banda de forró que fazia repente para cada orador chamado para discursar, Serra citou Luiz Gonzaga ao fazer referência a sua infância no bairro da Mooca, em São Paulo, onde havia também muitos migrantes nordestinos.

“Eu não vou fazer isso [cantar] aqui, mas para mim o Luiz Gonzaga era alguém muito presente”, disse Serra. “O dia que a gente estiver numa festa aqui e não estiver a imprensa de São Paulo e do Rio eu vou cantar Luiz Gonzaga para vocês"

Em seguida, o público formado por cerca de 2 mil pessoas passou a gritar “canta, canta, canta”. Líder da banda de forró, o cantor Luizinho di Irauçuba interrompeu o discurso de Serra e sugeriu ao microfone que ele cantasse “Vida de Viajante”.

Em 2002, a canção foi usada pelo então candidato a presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), principalmente na parte final da campanha. Serra deixou Luizinho cantar sozinho, mas depois perguntou: “Você sabe Juazeiro?”. E logo emendou os primeiros versos da música.

Depois de ouvir Tasso cantar “Estrada de Canindé”, Serra contou que conheceu no exílio um estudante cearense que acabou sendo morto pela ditadura ao tentar voltar para o Brasil. Disse que ele vivia cantando “só deixo o meu Cariri no último pau de arara”.

O tucano afirmou que não sabia o nome verdadeiro do estudante porque, na época, os militantes de esquerda usavam “nomes frios” para enganar a ditadura. “Se você cantar [a música do Cariri], será uma homenagem esse cara”, afirmou.

Repentes
Antes de dar inicio a cantoria, Serra afirmou que o evento era “a maior recepção” que já havia tido nesta pré-campanha. “Nunca encontrei gente no Brasil tão emocionada, sensibilizada e engajada. Desde que eu saí do governo [de São Paulo], hoje aqui foi a maior recepção que tive”, completou.

A festa foi animada pela banda de forró que anunciava cada orador com um repente. Sobre o Serra, o cantor lembrou seu passado como ministro do Planejamento e da Saúde, prefeito e governador de São Paulo. Ao final do repente, Luizinho di Irauçuba fez uma rima citando que “até o Ciro Gomes disse que ele é o mais preparado!!"

A frase do deputado federal do PSB foi dita em entrevista ao iG, uma semana antes de a Executiva Nacional do partido dele ter decidido impedi-lo de disputa a Presidência da República.

Aliados de tucano no Ceará tentam explorar o episódio para levar os prefeitos e lideranças do PSB a apoiar Serra no Estado. Irmão de Ciro, o atual governador cearense Cid Gomes ainda não fechou a aliança com o PT, partido que tem o vice-governador Francisco Pinheiro.

O evento selou publicamente a aliança entre Serra e Tasso depois de um histórico de divergências. Em 2002, o senador cearense apoiou a candidatura de Ciro Gomes, que concorreu pelo PPS contra o tucano.


    Leia tudo sobre: gonzagaoserracomicio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG