Serra atribui alta da Petrobras ao seu desempenho em pesquisa

Tucano diz que subida dos papéis na quinta-feira está relacionada aos números do levantamento Sensus

Alessandra Oggioni, iG São Paulo |

O candidato à Presidência pelo PSDB, José Serra, atribuiu hoje, em seus dois programas eleitorais na TV, a alta das ações da Petrobras na BMF Bovespa nesta quinta-feira ao seu desempenho na pesquisa eleitoral da CNT/Sensus publicada ontem. Segundo o levantamento, Dilma Rousseff (PT), com 46,8% das intenções de voto, estaria tecnicamente empatada com o tucano, que obteve 42,7%.

O programa do tucano tomou como base uma reportagem publicada em um portal da internet intitulada “Petrobras dispara com avanço de Serra em pesquisas”. A matéria mostrava uma alta de 2,8% (para R$ 26,44) na cotação das ações preferenciais da estatal na mesma quinta-feira. A valorização, no entanto, não teve continuidade. Nesta sexta-feira, o papel fechava cotado a R$ 26,29, com queda de 0,56%.

Desde que a Petrobras anunciou o preço das suas ações para o processo de capitalização da empresa, no dia 24 de setembro, a cotação do papel está praticamente estável. Naquela data, as ações preferenciais valiam R$ 26,30 – um centavo acima do fechamento de hoje.

Neste segundo turno, o tema privatização tem ganhado destaque nos programas dos candidatos. Dilma acusa os tucanos de “privatizar o patrimônio público”, enquanto Serra afirma que não irá privatizar as estatais, se eleito.

* Colaborou Mario Rocha, iG São Paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG