A CCJ aprovou convite a Otacílio Cartaxo para que esclareça denúncias de vazamento de dados fiscais do vice-presidente do PSDB

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou, hoje, convite ao secretário da Receita Federal, Otacílio Cartaxo, para que esclareça denúncias de vazamento de dados fiscais da instituição do vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge Caldas.

O senador Álvaro Dias (PSDB-PR), autor do requerimento, também quer esclarecimentos de denúncias de vazamento de informações de processos movidos pela Receita contra a empresa Natura, que tem como controlador o candidato a vice-presidente, Guilherme Leal, na chapa de Marina Silva, do Partido Verde.

Dias ressaltou que reportagens publicadas pela imprensa dão conta de que esses dados fariam parte de dossiês feitos "por um suposto "grupo de inteligência” da candidata do PT, Dilma Rousseff.

O senador tucano destacou, ainda, as reportagens que demonstram que, "pela formatação dos documentos" obtidos pelos órgãos de imprensa, fica demonstrado que teriam sido obtidos com a quebra de sigilo fiscal.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.